domingo, 23 de agosto de 2009

PT, Sarney e Collor: todos iguais

“são todos iguais e tão desiguais
uns mais iguais que os outros”
(Engenheiros do Havaí)



Por João Alexandre Moura Oliveira

Somos um povo deseducado, colonizado, dominado e cada dia mais decepcionados com nossos pseudo-líderes. O arquivamento pelo conselho de ética do Senado de todos os processos e falcatruas secretas do “imperador” José Sarney na semana passada frustrou profundamente a nação brasileira que implora por moralidade, ética e punição as pessoas que se apropriam do bem público em benefício privado. O episódio Sarney não poderia ser concluído daquela maneira lastimável vencida mais uma vez pelo coronel nordestino e sua tropa de choque (Collor, Renan Calheiros, Duque, Mercadante e até o “comunista” Inácio Arruda).

Que boa parte do povo brasileiro conhece as pilantragens de Collor e Renan Calheiros, até uma criança de cinco anos sabe, o que é realmente deprimente para nós é vermos partidos como o PT e o PC do B (Inácio Arruda) livrar o “imperador” Sarney da punição, dois partidos que sempre pregaram a ética, a moralidade, bons valores e posicionamentos coerentes se sujaram em meio as fezes do gado nordestino de Sarney e sua turma, aliando-se a tudo de mais atrasado e conservador na política brasileira. A frustração de petistas, comunistas históricos e principalmente da opinião pública brasileira é visível, tudo por causa da tal “governabilidade” em um Congresso Nacional que não vota nada e só aprova medidas provisórias, um Congresso que dia após dia faz com que a juventude generalize-o e afirme que “político não presta”. Não prestam porque não há punição, não há moralidade, deixando as pessoas desacreditadas, descrentes e generalistas em relação à classe política brasileira.

Não estou aqui criticando os avanços sociais e econômicos que o governo Lula ofereceu ao Brasil nos últimos sete anos, mas governar ao lado de Sarney, Collor e do fisiologista PMDB é se misturar ao lixo da política brasileira e fragmentar ainda mais a estrela vermelha que um dia nos deu esperança e agora faz parte da constelação imperial da família Sarney. Frustrante.

João Alexandre Moura Oliveira, Geógrafo, Gestor Ambiental, Militante Cultural e professor de Geografia, Filosofia e Sociologia na rede privada de Poços de Caldas-MG.

13 comentários:

Blog do Morani disse...

23/08/09

A gente perde toda vontade de comentar ou mesmo de dedicar algum tempo às "novidades" dos últimos acontecimentos na CCJ e na Comissão de Ética (?)
O comentário postado pelo senhor João Alexandre Moura Oliveira, neste blog Dissolvendo No Ar, do amigo Hudson, tem o mesmo perfil do postado por mim neste mesmo espaço. Quem tiver interesse de lê-lo é só procurar a coluna à direita dos comentários do blog acima clicando no título: "OS EMPALHADOS DE LULA".

RLocatelli Digital disse...

Já que é para se reconhecer os inegáveis avanços sociais conquistados no Governo Lula, é preciso lembrar que, se Lula não tivesse feito E MANTIDO a aliança com o PMDB, já estaria fora do poder há muito tempo e esses avanços sociais não existiriam mais.
Por que a esquerda é sempre tão míope?

Anônimo disse...

Esse senhor João Alexandre é geógrafo formado e não tem a mínima noção de política. Como é que pode ?
Ele deveria explicar como é que o Lula governaria sem ter maioria no Congresso.
Aliás, ele poderia dizer como ele governaria sem ter maioria no Congresso.
Igual ao Jânio Quadros: de porre até ser derrubado.

Hudson Luiz Vilas Boas disse...

O problema da aliança com o PMDB é que preço tem sido alto demais para o PT. Já escrevi várias vezes aqui no Dissolvendo No Ar que o PT tem defendido o indefensável e o PMDB trabalha sempre na base da chantagem e da perfídia. Por exemplo, o PT tinha candidato à presidência do Senado, Tião Viana, e levou uma bola entre as pernas de Sarney, Renan e Cia. Ideli Salvatti pleiteava a Comissão de Infra-Estrutura, mas Sarney, Renan e Cia deram a comissão a Collor. Fica no ar a pergunta, como negociar com esse tipo de parceiros?

João Alexandre disse...

RLocatelli, o PSDB, governou com o fisiologista PMDB e não houve tantos avanços como na gestão petista.
Primeiro que a esquerda não é míope, já que PT e PC do B não representam a esquerda brasileira. Concordo que a aliança com o "lixo" PMDB contribuiu em votações de projetos no congresso, mais porque o mesmo PMDB aliado ao PSDB (1995-2002) não apresentou os avanços da gestão Lula ?

Ao Anônimo, como não sou Sarney e não debato sobre "atos secretos" prefiro não debater com anônimos que não dão a cara!!!

Tiago Barbosa Mafra disse...

Dúvida minha: Quem é a esquerda brasileira então? O nanico PCB?

Professor Marcelo Fonseca disse...

Será que todos os petistas pensam assim? Todos concordam? Por que generalizar?

João Alexandre disse...

Thiago
Nem sei se existe esquerda no Brasil, mais que o PT não é de esquerda, isto ficou claro na gestão Lula (2003-2010).

Marcelo
Nem todos petistas pensam assim, mais concordam pelo bem da governabilidade.

Tiago Barbosa Mafra disse...

Caro João, que fazer portanto?
Cruzar os braços e esperar que tudo nos caia no colo ou aproveitar os inegaveis avanços conquistados?
É obvio que o governo atual não é o que esperavamos e é por isso que devemos dar nossas contribuições para que as partes falhas(que são muitas) sejam melhoradas.
Ai sim estaremos contribuindo.
O afastamento total e a descrença na possibilidade de transformação via luta político partidária é omissão. O que é pior que não fazer nada?

João Alexandre disse...

Os partidos políticos no Brasil infelizmente não visam o bem público e na maioria das vezes interesses partidários-privados, acredito em mudanças entretanto não via política-partidária (privada).

Chegaremos lá a longo prazo, mais não via partidária.

Anônimo disse...

Tudo se resume a interesses pessoais, conhecido como "governabilidade". Darei exemplo, o Partido dos Trabalhadores realmente é do trabalhador, Lula tem uma aposentadoria gorda porque perdeu um dedo e outra porque ficou preso um dia n final da ditadura. Contudo, o povo rala para conseguir aposentar com dignidade. Isso não é esquerdismo,Che era esquerda!
Quanto ao PC do B, é sombra do PT para pegar um ministério, diz amém as ordens e aleluia na hora de socializar a semvergonhice. Não tem projeto esquerdista. Stalin tinha projeto, tirou a URSS da merda com planificação da economia, não essa merda de esconomia social democrata copiada de FHC...
Lamentável João. Viva a punheta política, afinal, se não for assim os comunistas não gozam. To fora, não se faz filho ilustrando garrucha...
Ass: Prof. Yuri Almeida

Anônimo disse...

Tudo se resume a interesses pessoais, conhecido como "governabilidade". Darei exemplo, o Partido dos Trabalhadores realmente é do trabalhador, Lula tem uma aposentadoria gorda porque perdeu um dedo e outra porque ficou preso um dia n final da ditadura. Contudo, o povo rala para conseguir aposentar com dignidade. Isso não é esquerdismo,Che era esquerda!
Quanto ao PC do B, é sombra do PT para pegar um ministério, diz amém as ordens e aleluia na hora de socializar a semvergonhice. Não tem projeto esquerdista. Stalin tinha projeto, tirou a URSS da merda com planificação da economia, não essa merda de esconomia social democrata copiada de FHC...
Lamentável João. Viva a punheta política, afinal, se não for assim os comunistas não gozam. To fora, não se faz filho ilustrando garrucha...
ass: Prof. Yuri Almeida

Anônimo disse...

Tudo se resume a interesses pessoais, conhecido como "governabilidade". Darei exemplo, o Partido dos Trabalhadores realmente é do trabalhador, Lula tem uma aposentadoria gorda porque perdeu um dedo e outra porque ficou preso um dia n final da ditadura. Contudo, o povo rala para conseguir aposentar com dignidade. Isso não é esquerdismo,Che era esquerda!
Quanto ao PC do B, é sombra do PT para pegar um ministério, diz amém as ordens e aleluia na hora de socializar a semvergonhice. Não tem projeto esquerdista. Stalin tinha projeto, tirou a URSS da merda com planificação da economia, não essa merda de esconomia social democrata copiada de FHC...
Lamentável João. Viva a punheta política, afinal, se não for assim os comunistas não gozam. To fora, não se faz filho ilustrando garrucha...
ass:Prof. yuri Almeida