sexta-feira, 16 de abril de 2010

Paulinho Courominas, um mandatário (???) que não gosta de ser criticado

O prefeito de Poços de Caldas, Paulinho Courominas, em programa da rádio Libertas FM, declarou nesta sexta-feira que os responsáveis pela vinda de uma equipe da TV Bandeirantes a Poços de Caldas são pessoas que não gostam da cidade e que estão transformando a mudança no sistema de transporte público em fato político-partidário.

O programa do qual o mandatário poçoscaldense participou (será que posso chamá-lo de mandatário???) é um espaço semanal reservado para que sua Excelência possa responder a indagações dos munícipes. Poucas vezes escutei tanta abobrinha em tão pouco tempo. No meio do programa o prefeito enalteceu o próprio trabalho dizendo não parar um só minuto. Ora, o prefeito não faz mais do que aquilo que a maioria dos eleitores esperava dele quando o elegeu. Se ele dá mostras de fadiga – o que deu a entender durante o programa – é porque não estava preparado para ocupar o cargo que ocupa. Se está irritado com as criticas à sua administração, como também deu a entender, é porque não tem equilíbrio para lidar com elas. Ainda deu a entender que chegou atrasado ao programa porque estava inaugurando uma quadra numa escola, como se a obra fosse fruto de sua administração. A inauguração da citada quadra se deu na Escola Estadual David Campista – onde por coincidência sou professor e também estava lá – que por se tratar de escola estadual é de responsabilidade do governo do estado.

Ainda, nas abobrinhas ditas pelo mandatário local, as manifestações contra o SIGA(O) – Sistema Integrado Grande Amigo (da Onça) – são ilegítimas porque os “cabeças’ dessas manifestações têm ligação com partidos políticos de oposição. Bom, de minha parte o fato de eu pertencer a um partido político é secundário nessa questão, mas foi a forma como o mandatário (???) encontrou para desqualificar aqueles que ousam sair as ruas e dar a cara a tapa.

É também muito engraçado ele vir a público acusar os manifestantes contra o SIGA(O) de partidarização com objetivos eleitorais. Quem sempre fez e faz algo com esse objetivo é o grupo político ao qual o atual prefeito faz parte – e vamos lembrar que no passado Paulinho até já carregou o caixão simbólico de seu grande mentor político da atualidade, portanto dá para notar que Poços de Caldas é governada por alguém cuja “coerência é a marca principal”.

Poderia citar inúmeros casos onde eventos públicos, como inauguração de obras, por exemplo, se tornaram palanque eleitoral com faixas contendo agradecimentos aos políticos aliados. Mas como já escrevi acima, nosso mandatário (???) tem a “coerência como marca principal”.

3 comentários:

Blog do Morani disse...

Hudson:

Isso vai longe... Dará uma boa briga. Como sou sempre contra os mandatários, pois essa é a geração dos piores, torço pela população de Poços e pelo amigo.
"Quem não deve não teme" - velho adágio que as velhas raposas do Poder ignoram. Outro: "A voz do povo é a Voz de Deus", e outro: "Quem não tem cão caça como gato". Se Poços não tem ônibus bastante, que se use as charretes. Pelo menos é mais romântica a viagem.

Luciano Vieira disse...

Hudson vamos pra cima até o fim!
Vamos distribuir mais panfletos, agora a briga vai tomar corpo.
As camisetas tem que sair logo e vamos pras ruas de novo.
Não fujo, não abandono, não traio e não desisto.
Estamos juntos!

Luciano

clodoaldo disse...

"lembrar que no passado Paulinho até já carregou o caixão simbólico de seu grande mentor político da atualidade" me lembra até quando lula falou que "eram 300 picaretas com anel de doutor" e criticava ferozmente Collor, ACM,Sarney...aí um dia as coisas mudaram , as palavras foram esquecidas, e tudo virou a mais promíscua atividade do plante que é ser político...